A Operação Encore e a vitória de Monte Castelo

 

O plano para o reinício da ofensiva aliada, denominado Operação Encore, previa a captura de Monte Castelo e a atuação no vale do Marano, com a conquista de Santa Maria Viliana e a tomada de Torre di Nerone e Castelnuovo.

 

19 de fevereiro de 1945:

teve início a Operação Encore. Participaram da conquista de Monte Castelo a 10ª Divisão de Montanha norte-americana, a artilharia brasileira, o 1º Regimento de Infantaria brasileiro (Regimento Sampaio), comandado pelo coronel Caiado de Castro, e a Força Aérea Brasileira. O plano da operação foi elaborado pelo tenente-coronel Humberto Castelo Branco e consistia em um ataque sob a forma de duas pinças, sendo que a da esquerda arpoaria desde o início o flanco direito inimigo, e a da direita investiria frontalmente.

 

21 de fevereiro de 1945:

após o quinto ataque a Monte Castelo foi conquistado pelos brasileiros (o terceiro com a participação da FEB). A tomada de Monte Castelo inaugurou uma série de vitórias da FEB.

23 e 24 de fevereiro de 1945: ataque e conquista de La Serra, Cota 958 e Bela Vista. Horas depois, houve a tomada de Monte della Torraccia pelos norte-americanos.

 

03 e 04 de março de 1945:

foi iniciada a ofensiva no vale do rio Marano pela 10ª Divisão de Montanha norte-americana e pelos 6º e 11º regimentos de Infantaria brasileiros (Regimento Ipiranga e Regimento Tiradentes). Limpeza do vale do Marano.

 

05 de março de 1945:

foram capturadas Soprassasso e Castelnuovo, encerrando-se aí a Operação Encore. Iniciaram-se então os preparativos para a Operação Primavera, no vale do rio Parano, destinada a desmantelar a nova linha Gengis Khan que os alemães preparavam nas montanhas dos Apeninos, no vale do Pó e nos passos alpinos de Brenner e de Sillano.