LIVROS, TESES, ARTIGOS E MUITO MAIS......

Pesquisa e seleção por João Carlos de Andrade

Livros sugeridos e textos disponíveis

A Força Expedicionária Brasileira: O Exército Brasileiro na Segunda Guerra Mundial

Trata-se de uma publicação que narra a atuação da FEB no Teatro de Operações na Itália, com textos e fotos. Foi disponibilizada ao público pelo Exército Brasileiro, por ocasião das comemorações referentes aos 75 anos do término da segunda guerra mundial.

 

Helton Costa

​1-  Troféus de Guerra: Memórias do front - Objetos trazidos da Itália na II Guerra Mundial e disponíveis no Museu dos Campos Gerais - 1ª Edição, Universidade Estadual de Ponta Grossa/PR

2- II Guerra: Documentos secretos da luta na Itália - 1ª Edição, Universidade Estadual de Ponta Grossa/PR, 2015

3- Confissões do Front - Soldados do Mato Grosso do Sul na II Guerra Mundial (livro-reportagem) - 1ª Edição, Grupo Literário Arandu, Dourados/MS, 2012

Também disponível em https://heltoncosta.wordpress.com/outras-obras/

​4- Uma vez na Itália (ficção) - 1ª Edição - Dourados/MS, 2008

Também disponível em: https://heltoncosta.wordpress.com/outras-obras/

Sobre o autor:

Doutor em Comunicação e Linguagens na Universidade Tuiuti do Paraná (2015), mestre em Comunicação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP (2012), especialista em Estudos da Linguagem e graduado em Comunicação Social/Jornalismo pelo Centro Universitário da Grande Dourados (2008). Pós-doutor em História pela Universidade Federal do Paraná (2016). Coordenador do Curso de Jornalismo na UniSecal, em Ponta Grossa/PR.

Homepage: www.heltoncosta.wordpress.com

 

Rosemarie Spinoso Rossi

Memórias de um ex-combatente: Santin Spinoso

Esse livro foi escrito para preservar as lembranças que meu pai tem da guerra e porque muito se tem falado sobre os ex-combatentes que serviram na Itália, mas muito pouco dos que ficaram defendendo o Brasil em sua Costa, nos pontos mais vulneráveis.  Muita literatura existe sobre os que partiram para a Itália, mas pouca sobre os que permaneceram aqui.  Cabe lembrar que, como aqueles, estes sofreram igualmente as pressões da guerra, o medo da viagem e do futuro incerto, até seus nomes não terem sido selecionados para o combate na Itália.  Meu próprio tio, irmão do meu pai, o 3° Sargento Luiz Nunciato Spinoso, não aguentou essa pressão e desenvolveu uma neurose de Guerra que o acompanhou até seus últimos dias.  Publicação autorizada. Direitos autorais reservados à autora.

Sobre a autora:

Filha do ex-combatente Santin Spinoso, natural de Itu/SP, é graduada pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras N. Sra. do Patrocínio, em Itu. Escritora e redatora do Jornal Rede News, em São Paulo.

Salvador Moreno

Uma longa caminhada – Memórias

Uma Longa Caminhada - Memórias (2018) é edição Comemorativa dos 370 Anos do Exército Brasileiro. Trata-se de edição digital, revista, ampliada e atualizada da obra original “Uma Longa Caminhada – Memórias”, de autoria do veterano Salvador Moreno, 1º Tenente reformado do Exército Brasileiro e pracinha da Força Expedicionária Brasileira, partícipe da Segunda Guerra Mundial nos campos da Itália (1944-1945). Edição Comemorativa dos 370 Anos do Exército Brasileiro 1648 / 1944 / 1945 / 1987 / 2018. Organização da Edição Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga.

Também disponível em: https://issuu.com/excmbitape/docs/umalongacaminhada 

Sobre o autor:

Salvador Moreno, integrante da Força Expedicionária Brasileira, no teatro de operações da Itália. Foi ferido em ação em 15 de abril de 1945 e condecorado com a Medalha Cruz de Combate de Primeira Classe, por atos de bravura realizados nos combates de Monte Castelo e Montese durante a Segunda Guerra Mundial. Salvador Moreno foi um dos fundadores da Associação dos expedicionários Campineiros.

Frank D. McCann

Brazil’s End of World War II Decisions

Frank McCann é um historiador americano, famoso por sempre defender a tese de que o Brasil foi convidado a participar da administração da Áustria ao fim da Segunda Guerra. Em inglês.

Sobre este assunto, veja a entrevista “Os EUA, o Brasil e a Segunda Guerra Mundial”, em concedida em 09 de junho de 2009

http://darozhistoriamilitar.blogspot.com/2009/06/noticia-entrevista-com-frank-mccann-os.html

Veja também uma reportagem em:

http://www.portalfeb.com.br/professor-frank-mccann-visita-casa-da-feb/

Sobre o autor:

Frank McCann foi bolsista na PUC-RIO, em 1965, Pela Fundação Fulbrithg, e Professor na Universidade de Brasília (1976-77) e UFRJ (1991). Em 1998 foi Professor Visitante no Programa de Estudos de Fronteiras da Universidade Federal de Roraima (Boa Vista). Suas pesquisas abrangem as Relações Exteriores do Brasil, relações com os EUA, a cultura brasileira e o Exército, tendo resultado em 4 livros, além de diversos artigos, capítulos de livros, ensaios e comentários. É Comendador da Ordem de Rio Branco (1987) e detentor da Medalha do Pacificador (1995).

Outros livros publicados: Aliança Brasil – Estados Unidos, 1937-1945 (Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1995); A Nação Armada: Ensaios sobre a História do Exército Brasileira (Recife: Editora Guararapes, 1982). Modern Brazil: Elites and Masses in Historical Perspective (Lincoln: University of Nebraska Press, 1989 & 1991, com Michael L. Conniff); Soldados da Pátria: História do Exército Brasileiro, 1889-1937 (São Paulo: Companhia das Letras 2007 e co-edição Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora 2009).

Ken Camel, Jonathan Forsey e Wayne Turner

The cobra is smoking - official briefing

Forca Expedicionária Brasileira - (Brazilian Expeditionary Force) in Italy, 1944 to 1945

Em inglês

José Gonçalves e Cesar Campiani Maximiano

Irmãos de Armas: um pelotão da FEB na II Guerra Mundial

Códex e Vitae Ars, 2005.

Agora disponível para download em: https://chomilitaria.com/2020/05/livro-irmaos-de-armas-para-download/

Dedicatória escrita por José Gonçalves

Dedico este livro aos meus soldados, pessoas de origem humilde que lutaram com bravura e honraram o Exército Brasileiro.

Quero homenagear os oficiais R/2 oriundos do CPOR que levaram para o Exército uma nova maneira de comandar (pelo exemplo e menos autoritária) e que na hora do combate nada ficaram a dever aos seus colegas oriundos da Academia Militar.

Gostaria também de fazer justiça à brilhante participação do 6º R.I. na Campanha da Itália, que foi o responsável pela maior conquista da FEB: o aprisionamento da 148ª Divisão Alemã (16.000 homens, inclusive dois generais), fato que contribuiu decisivamente para o término da guerra na Itália e que jamais teve o reconhecimento merecido.

Por último, destaco o comportamento de toda a tropa brasileira que, com seu jeito simples e humano, conquistou a amizade e a admiração da população dos lugares onde o Exército Brasileiro combateu.

Analice Sauerbronn Reina

F.E.B. – Verás que um filho teu não foge à luta.

Também disponível em: http://solepro.com.br/Textos/Historia/FEB%20-%20Completo%20e%20Editado.pdf

Cel. L.P. Macedo Carvalho

Consequências e reflexos da participação da FEB na II Guerra Mundial.

Veja também: http://www.ecsbdefesa.com.br/defesa/ 

Luís Carlos Luciano

Triunfo e glória de um guerreiro

Dourados/MS, 2013

Cesar Campiani Maximiano

Barbudos, sujos e fatigados: soldados brasileiros na Segunda Guerra Mundial

Editora Grua Livros, São Paulo/SP, 2010.

Sugestões de leitura para historiadores e interessados no assunto

O Exército dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial

A série “O Exército dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial” descreve a organização, planos e operações do Departamento de Guerra e do Exército Americano, em todos os cinco teatros de operações, de 1939 a 1945.  Para o leitor conhecer a história da segunda guerra mundial, do ponto de vista dos Estados Unidos e seus Aliados,  basta clicar no link

 

U.S. Army in World War II Series ("The Green Books")

 

e acessar o seu conteúdo. Os textos estão em inglês.

Estas obras, publicadas e divulgadas pelo Centro de História Militar do Exército Americano (US Army Center of Military History), contêm o maior número de registros e recordações já coletados por historiadores profissionais, incluindo os do inimigo. Este projeto, que teve início em 1946, é considerado um tesouro histórico a ser preservado.

 

O leitor que desejar ir diretamente aos fatos relevantes envolvendo a Força Expedicionária Brasileira no teatro de operações da Itália, deve clicar em “THE MEDITERRANEAN THEATER OF OPERATIONS” e, logo após, em “CASSINO TO THE ALPS”. Fazer o download do livro e, com o arquivo PDF aberto, digitar (CRTL+F) para ativar a mecanismo de busca do ADOBE PDF. No quadro que se abre na parte superior direita da tela, digitar “brazilian” e solicitar a busca.

Boa leitura!!

​​O Brasil e os Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial: Documentos Confidenciais (em inglês)

Esta publicação contém cópias dos documentos oficiais, confidenciais ou sigilosos, envolvendo os governos dos Estados Unidos e do Brasil durante a segunda guerra mundial, entre maio de 1941 e dezembro de 1944. Grande valor histórico.

Frank McCann

Brazil and the United States during World War II and Its Aftermath: Negotiating Alliance and Balancing Giants, Springer, 2018 (eBook: ISBN  978-3-319-92910-1). Preço: cerca de 16 € (em inglês)

A aliança militar entre os Estados Unidos e o Brasil desempenhou um papel crítico no resultado da Segunda Guerra Mundial e, no entanto, é amplamente negligenciada na historiografia da guerra. Neste relato definitivo, Frank McCann investiga as relações militares brasileiras dos anos 1930 até 1977, após a aliança terminar. Os dois países emergem como gigantes desequilibrados com objetivos e expectativas frequentemente divergentes. Eles, no entanto, conseguiram formar a Força Expedicionária Brasileira e um esquadrão de combate que lutou na Itália sob o comando americano, fazendo do Brasil o único país latino-americano a enviar tropas para a guerra. Com o estabelecimento da base da Força Aérea dos EUA em Natal, o Nordeste do Brasil tornou-se uma área vital para o tráfego aéreo que abastece as forças aliadas no Oriente Médio e nos teatros asiáticos. McCann habilmente analisa arquivos brasileiros recém-abertos e desclassificou os arquivos da inteligência americana para oferecer um relato mais detalhado de como essa aliança mudou o curso da Segunda Guerra Mundial e como a relação se deteriorou após a guerra. Livro publicado em 2018.

World War II: Core Documents

Selected and Introduced by Jennifer D. Keene

Ashbrook Center, Ashland University, 2018

Esta é uma coleção de documentos oficiais do Centro Ashbrook sobre a Segunda Guerra Mundial, que cobre os principais períodos, temas e instituições deste período da história. Este volume relata o debate sobre a neutralidade americana, como o conflito se aproximou e, em seguida, oprimiu a Europa. Todo esse debate terminou com o ataque japonês a Pearl Harbor em 1941, mas novas questões surgiram, incluindo o internamento de nipo-americanos, o tratamento de afro-americanos nos Estados Unidos e nas suas Forças Armadas, o papel de as mulheres no esforço de guerra e como isso mudou suas vidas depois da guerra e os princípios que devem moldar o mundo do pós-guerra. Livro publicado em 2018. Texto em inglês.

The Battle of the Bulge: American valor blunted Hitler’s surprise attack in the Ardennes Forest. (*)

 

The Battle for Omaha Beach: “There are two kinds of people who are staying on this beach — those who are dead and those who are going to die! Now let’s get the hell out of here!”(*)

 

Operation Barbarossa: WWII’s Eastern Front: At the start of Operation Barbarossa, German forces crossed the Russian border and quickly crushed the Soviet defenders with Hitler’s “lightning war” tactics. (*)

 

Killing Adolf Hitler: There were many plots to assassinate the madman responsible for the death of millions. (*)

 

Dick Winters and the Band of Brothers: “Let’s go. Hang tough!” (*)

 

(*) - Textos obtidos no site Warfare History Network. Vale a pena conferir. Em inglês.

Artigos e exemplares de revistas

Nicola Serra

Rivista Militare 2010 - Numero 1, p.115-123

Gli «altri» americani. La Forza di Spedizione Brasiliana nella Seconda Guerra Mondiale

Revista Verde Oliva (Exército Brasileiro)                  

Número 201, mai-jun 2009

 

Carlos Haag

Por quem a cobra fumou, Revista Fapesp 177, 84, 2010.  

Teses, Dissertações e TCCs

Humberto Ferreira Silva

Memorial da força expedicionária brasileira: uma face da glória

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade de História da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2011.

Luciana Ibarra dos Santos

Algo de novo no front: a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial

Dissertação de mestrado em História. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2006.

Carmen Lúcia Rigoni

La Forza di Spedizione Brasiliana” (FEB) – Memória e História: marcos na monumentalística italiana.

Dissertação de mestrado em História. Universidade Federal do Paraná, 2003.

Carlos José Asumpção Penteado (Lt Col. Brazilian Army)

The Brazilian Participation in World War II

Thesis presented to the Faculty of the U.S. Army Command and General Staff College in partial fulfillment of the requirements for the degree Master of Military Art and Science. Fort Leavenworth, Kansas, 2006 (em Inglês)

Também disponível em: http://www.ibiblio.org/hyperwar/UN/Brazil/Participation/index.html#C2